FEMININA

Vasco está insatisfeito com empresa responsável por gramado de São Januário

Vasco está insatisfeito com empresa responsável por gramado de São Januário
O Vasco não está nada satisfeito com o estado do gramado de São Januário. O campo de jogo foi muito criticado durante a partida contra o Palmeiras, na quarta-feira.A diretoria tem feito cobranças a Greenleaf, empresa responsável pela manutenção do gramado de São Januário. A reclamação já é de longa data.A empresa cuida de alguns…

O Vasco não está nada satisfeito com o estado do gramado de São Januário. O campo de jogo foi muito criticado durante a partida contra o Palmeiras, na quarta-feira.

A diretoria tem feito cobranças a Greenleaf, empresa responsável pela manutenção do gramado de São Januário. A reclamação já é de longa data.

A empresa cuida de alguns dos principais gramados do futebol brasileiro. Além de São Januário, trata também do Maracanã, do Nilton Santos, do Mineirão, da Granja Comary, onde a seleção brasileira treina, entre outros.

Desde 2018 que São Januário não é mais o principal local de treinos da equipe e o gramado passou a ser preservado com a utilização do CT do Almirante.

Para preservar o gramado, as partidas das equipes sub-17, sub-20 e feminina têm acontecido no estádio Nivaldo Pereira, em Nova Iguaçu. Somente os jogos decisivos têm sido realizados na Colina, somente se estiver marcado longe de um compromisso do time profissional. Ainda assim, os problemas em São Januário saltam aos olhos.

Além do gramado, a iluminação de São Januário já foi alvo de reclamações de jogadores. Este ano, o clube instalou novos refletores, de LED, por determinação da CBF, que exigiu um aumento da luminosidade no estádio.

Entretanto, pontos de sombra no campo e casos de jogadores com a vista ofuscada pelos refletores fazem com que a iluminação seja uma questão a ser trabalhada para a próxima temporada.

Fonte