PALMEIRAS

Um milhão nas ruas e a Terra plana

Um milhão nas ruas e a Terra plana
Que a direção do Palmeiras tenha celebrado os 68 anos da conquista da Taça Rio como se fosse o mundial era esperado.Cada um acredita no que quiser. Mas dizer que um milhão de pessoas foram às ruas de São Paulo para receber o time é ofensa à história, ao bom senso e ao censo.São Paulo,…

Que a direção do Palmeiras tenha celebrado os 68 anos da conquista da Taça Rio como se fosse o mundial era esperado.

Cada um acredita no que quiser.

Mas dizer que um milhão de pessoas foram às ruas de São Paulo para receber o time é ofensa à história, ao bom senso e ao censo.

São Paulo, à época, tinha cerca de 2 milhões e 200 mil habitantes.

Acreditar que pouco menos da metade da população da capital paulista tenha ido às ruas equivale a crer que, se fosse hoje, 6 milhões de paulistanos fariam o mesmo.

Mas nem com a Seleção Brasileira pentacampeã mundial aconteceu algo parecido.

Sim, a fonte do exagero sensacionalista é a desaparecida “Gazeta Esportiva”, que diz uma coisa na manchete e outra no topo da página, à esquerda, quando se refere a 150 mil pessoas na Estação Roosevelt, outra demasia.

Enfim, tudo bem.

A Terra é plana mesmo…

Fonte