ARENA PALMEIRAS

Palmeiras aproveita expulsão de Fagner e vence o Corinthians após dois anos

Palmeiras aproveita expulsão de Fagner e vence o Corinthians após dois anos
Após dois anos, o Palmeiras quebrou um jejum de dois anos sem vitória contra o Corinthians e bateu o rival por 2 a 0, nesta quinta-feira, na Neo Química Arena, pela nona rodada do Brasileirão-2020. Com gols de Luiz Adriano, de pênalti, após expulsão de Fagner, e de Gabriel Verón, a equipe de Vanderlei Luxemburgo…

Após dois anos, o Palmeiras quebrou um jejum de dois anos sem vitória contra o Corinthians e bateu o rival por 2 a 0, nesta quinta-feira, na Neo Química Arena, pela nona rodada do Brasileirão-2020. Com gols de Luiz Adriano, de pênalti, após expulsão de Fagner, e de Gabriel Verón, a equipe de Vanderlei Luxemburgo conquistou os três pontos em cima de um inofensivo Timão.

Desde o início do primeiro tempo, apesar de jogar fora de casa, o Verdão parecia que iria dominar a partida e logo tomou a iniciativa das ações. Até os dez minutos de jogo, o Alviverde chegou duas vezes: uma em chute de Zé Rafael e outra em finalização de Gabriel Menino, ambas sem muito perigo.

No entanto, quem acabou assustando de verdade foi Timão, com Otero, que aproveitou rebote de escanteio e deu uma paulada para gol, a bola estourou no travessão e foi para longe. O venezuelano ainda teve chance semelhante, em mais um vacilo da defesa palmeirense, mas Weverton defendeu tranquilo.

Mesmo assim, o Palmeiras continuou melhor e passou a ter ainda mais facilidade para chegar ao ataque, mas pecava demais na conclusão das jogadas, tanto no passe quanto na finalização. Zé Rafael, que havia hesitado em bom lance dentro da área, fez grande jogada pelo meio e passou para Wesley, que chutou cruzado de pé esquerdo, mas Cássio desviou para escanteio.

Mas o gol parecia amadurecer e Luiz Adriano, com muita liberdade no meio, enfiou uma bola precisa para Wesley aparecer por trás da defesa e tentar finalizar, no rebote Lucas Lima chutou para o gol e Fagner tirou com mão, o que provocou sua expulsão. Pênalti para os visitantes. Luiz Adriano bateu sem chances para Cássio e abriu o placar para o Palmeiras na Neo Química Arena.

O Verdão foi para o intervalo com um a mais em campo e bem melhor do que o Corinthians, que praticamente não jogou no primeiro tempo. Na volta do vestiário, Tiago Nunes mexeu para recompor o meio-campo e armar um esquema de sobrevivência, mas mesmo assim buscou espaços deixados por vacilos palmeirenses. Em um deles, Otero tentou marcar de bicicleta.

Mas o Palmeiras seguia muito melhor e se não fosse a falta de capricho nas tomadas de decisão, poderia ter ampliado o placar nos primeiros dez minutos da segunda etapa. Lucas Lima recebeu belo passe e tentou um chute forte de esquerda, mas Cássio defendeu. O Alviverde ainda criou espaços, porém sem boas finalizações. Luiz Adriano sentiu a coxa esquerda e foi substituído.

Enquanto isso, o Corinthians tinha a clara tática de buscar Jô ou apostar em lances de bola parada com Otero, que quase surpreendeu Weverton em uma dessas cobranças. Pouco depois, em contra-ataque, Lucas Lima fez linda invertida de bola para Willian, que teve calma para tocar no meio da área e Gabriel Verón, que tinha acabado de entrar, só desviou para o gol. 2 a 0 Verdão.

Apesar da vantagem no placar e no número de jogadores em campo, o Palmeiras passou a ser muito leniente em relação a um Corinthians de pouquíssima inspiração. Em um desses momentos, Lucas Piton cruzou na área, Jô pediu pênalti no meio do caminho e a bola sobrou para Michel Macedo, que soltou a bomba cara a cara com Weverton, mas bateu na rede do lado de fora.

O jogo, que caminhava para o seu final, ainda rendeu mais um episódio: Danilo Avelar, que já tinha cartão amarelo, levou o segundo depois de falta em Patrick de Paula, e foi expulso, deixando o Corinthians com nove jogadores em campo. O resultado, que já estava controlado e praticamente definido, foi levado com tranquilidade pelo Palmeiras até o apito do árbitro Leandro Pedro Vuaden.

Com a vitória, o Verdão vai a 16 pontos no Brasileirão e está na quarta posição na tabela. Na próxima rodada, domingo, enfrenta o Sport, no Allianz Parque, às 19h45. Já o Timão fica com nove pontos e fica na 13ª colocação da competição. Também no domingo, vai até o Maracanã para pegar o Fluminense, às 16h.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 0 X 2 PALMEIRAS

Local:
Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

VAR: Jean Pierre Gonçalves Lima (Fifa/RS)

Renda e público: portões fechados

Cartões amarelos: Ramiro, Otero (COR), Mayke, Zé Rafael (PAL)

Cartões vermelhos: Fagner, 41’/1ºT e Danilo Avelar, 41’/2ºT (COR)

GOLS: Luiz Adriano, 42’/1ºT (0-1), Gabriel Veron, 19’/2ºT (0-2)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Lucas Piton (Sidcley, 39’/2ºT); Gabriel, Cantillo (Mateus Vital, 30’/2ºT), Otero (Léo Natel, 30’/2ºT), Ramiro (Michel Macedo, intervalo) e Gustavo Silva (Ederson, intervalo); Jô. Técnico: Tiago Nunes.

PALMEIRAS: Weverton, Mayke (Bruno Henrique, 21’/2ºT), Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Patrick de Paula, Zé Rafael (Ramires, 36’/2ºT), Gabriel Menino e Lucas Lima (Rony, 36’/2ºT); Wesley (Gabriel Veron, 15’/2ºT) e Luiz Adriano (Willian, 15’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Fonte