LIBERTADORES

Libertadores: pressionado, Palmeiras encara Godoy Cruz na Argentina

Libertadores: pressionado, Palmeiras encara Godoy Cruz na Argentina
Um conteúdo de Clube brasileiro vem de duas derrotas consecutivas e levou um susto no caminho para chegar até Mendoza para as oitavas de final Por Estadão Conteúdo access_time 23 jul 2019, 10h39 - Publicado em 23 jul 2019, 09h30 Técnico Felipão tentará resgatar fama de "copeiro" (Alexandre Schneider/Getty Images) O Palmeiras abre nesta terça-feira,…

Um conteúdo de

Clube brasileiro vem de duas derrotas consecutivas e levou um susto no caminho para chegar até Mendoza para as oitavas de final

Por
Estadão Conteúdo

access_time

23 jul 2019, 10h39 – Publicado em 23 jul 2019, 09h30

Técnico Felipão tentará resgatar fama de “copeiro” (Alexandre Schneider/Getty Images)

O Palmeiras abre nesta terça-feira, 23, a fase decisiva do torneio mais importante do ano, a Copa Libertadores, justamente no pior momento do time na temporada. Às 21h30, na fria cidade de Mendoza, na Argentina, a equipe dirigida pelo técnico Luiz Felipe Scolari encara o Godoy Cruz no primeiro duelo das oitavas de final. O jogo terá transmissão exclusiva em TV fechada, pelo canal Fox Sports.

Se semanas atrás o Palmeiras desfrutava da tranquilidade de ser líder invicto do Campeonato Brasileiro, sonhava com o título da Copa do Brasil e estava ansioso para iniciar o mata-mata da Libertadores como o dono da melhor campanha da competição, agora a equipe vive uma fase de desconfiança e turbulência.

À eliminação na Copa do Brasil diante do Internacional, seguiu-se um protesto da principal torcida organizada e a perda da invencibilidade de 33 jogos no Campeonato Brasileiro, com a derrota por 2 a 0 para o Ceará. Ambas com atuações ruins e titulares em campo.

A necessidade de reagir esbarrou em um novo obstáculo nos últimos dias. Na madrugada de domingo 21, ao tentar se aproximar de Mendoza, o avião do time cancelou duas tentativas de pouso pelos fortes ventos. A equipe foi levada primeiramente para Rosário e depois, decidiu passar a noite em Buenos Aires.

Por isso, o Palmeiras perdeu um dia de treinamento e só conseguiu chegar ao destino final na véspera do jogo. A tendência é que a escalação tenha algumas mudanças, como a volta do meia Lucas Lima, ausente contra o Ceará.

O cansaço é outra preocupação da comissão técnica. O Palmeiras está em viagem há uma semana, desde a ida até Porto Alegre, e ainda teve de encarar um deslocamento longo e estressante para chegar até Mendoza. A tendência é o time ter em campo uma postura mais cautelosa, até por confiar na força como mandante para conseguir definir o confronto da próxima semana, no Allianz Parque.

O Palmeiras confia na experiência do técnico Felipão em competições de mata-mata. Dono de 22 títulos na carreira em torneios nesse formato, o treinador espera resgatar a fama de “copeiro”.

Desde a chegada ao clube, em agosto do ano passado, o treinador conseguiu se dar muito melhor nos pontos corridos do que em confrontos eliminatórios. No primeiro formato, ele acumula cerca de 79% de aproveitamento, índice impulsionado, é claro, pelo título do Campeonato Brasileiro. Por outro lado, em confrontos mata-mata, o aproveitamento cai para 57%.

Antes da derrota para o Internacional na Copa do Brasil, a torcida lamentou a eliminação nos pênaltis na semifinal do Campeonato Paulista para o São Paulo. Em 2018, caiu para o Boca nas semifinais da Libertadores.

Scolari admitiu preocupação. “Vou ter de trabalhar bem o aspecto psicológico. Estivemos mais nervosos que o comum, alguns jogadores até mais experientes, vendo que não iam ganhar o jogo, se irritando com adversário”, comentou o treinador depois da partida em Fortaleza.

Time argentino sem ritmo

O Godoy Cruz chega às oitavas de final em condições diferentes. Enquanto o Palmeiras está desgastado pela sequência de jogos, os argentinos só disputaram uma única partida oficial nos dois últimos meses. Para piorar, perdeu 13 jogadores, dos quais quatro eram titulares.

O time, que não sofreu gols dentro de casa na fase de grupos, tem como destaque um jogador com passagem ruim pelo futebol brasileiro: o atacante uruguaio Santiago García, que defendeu entre 2011 e 2012 o Athletico-PR e fez só dois gols.

Nos últimos dias, a diretoria do Godoy Cruz teve de lidar com um grave problema. O meia Luciano Pizarro atropelou a condutora de uma moto ao dirigir alcoolizado. O jogador de 22 anos está se recuperando de uma lesão e não tem atuado pelo time.

Prováveis escalações:

Godoy Cruz: Ramírez; Breintenbruch (Álvarez), Varela, Cardona e Aleo; Gutiérrez, Andrada Bullaude e Brunetta; Merentiel e García. Técnico: Lucas Bernardi

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Lucas Lima (Gustavo Scarpa); Zé Rafael, Dudu e Deyverson (Borja ou Arthur). Técnico: Luiz Felipe Scolari


Notícias sobre

Fonte