GALIOTTE

Jogadores e Galiotte são alvos de protesto em pichações no Allianz

Jogadores e Galiotte são alvos de protesto em pichações no Allianz
As demissões de Alexandre Mattos, diretor de futebol, e Mano Menezes, treinador, não acalmaram a torcida do Palmeiras. Horas depois da derrota para o Flamengo, o muro do Allianz Parque foi pichado (veja o momento exato no vídeo abaixo). A bilheteria do portão A do Allianz Parque foi pichada (Foto: Divulgação/SEP) Foto: Gazeta Esportiva Com…

As demissões de Alexandre Mattos, diretor de futebol, e Mano Menezes, treinador, não acalmaram a torcida do Palmeiras. Horas depois da derrota para o Flamengo, o muro do Allianz Parque foi pichado (veja o momento exato no vídeo abaixo).

A bilheteria do portão A do Allianz Parque foi pichada (Foto: Divulgação/SEP)

A bilheteria do portão A do Allianz Parque foi pichada (Foto: Divulgação/SEP)

Foto: Gazeta Esportiva

Com os dizeres “presidente banana” e “time sem vergonha”, o protesto teve como alvos Maurício Galiotte e os jogadores. O dirigente, inclusive, não poupou críticas aos atletas em entrevista realizada após o revés no Allianz Parque.

Nas últimas semanas, a Mancha Verde, principal torcida organizada do Palmeiras, já havia demonstrado sua insatisfação contra Maurício Galiotte, Alexandre Mattos e o vice-presidente Paulo Buosi.

Quando o Rubro-Negro vencia o time palestrino por 3 a 0, pedaços de cadeiras foram atirados no gramado. A ação dos torcedores deve ser relatada em súmula pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro.

Eliminado nas semifinais do Paulista, nas quartas da Copa do Brasil e da Libertadores e terceiro colocado no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras vai terminar 2019 sem levantar uma taça. A equipe tem como principal objetivo nas últimas duas rodadas do Nacional brigar pela segunda posição com o Santos.

Gazeta Esportiva
Gazeta Esportiva

Fonte