LIBERTADORES

Jesualdo se preocupa com recuperação e quer o Santos “inteligente” na Libertadores

Jesualdo se preocupa com recuperação e quer o Santos “inteligente” na Libertadores
Felipe Jonatan e Alison viraram dúvidas para estreia do Santos na Libertadores Depois do empate sem gols com o Palmeiras neste sábado, o Santos não terá muito tempo para mudar a chave e focar na estreia da Libertadores. O Peixe terá pela frente o Defensa y Justicia, na Argentina, nesta terça-feira, às 19h15, na primeira…

Felipe Jonatan e Alison viraram dúvidas para estreia do Santos na Libertadores

Depois do empate sem gols com o Palmeiras neste sábado, o Santos não terá muito tempo para mudar a chave e focar na estreia da Libertadores. O Peixe terá pela frente o Defensa y Justicia, na Argentina, nesta terça-feira, às 19h15, na primeira partida da competição continental.

Na entrevista concedida após a partida contra o Palmeiras, Jesualdo Ferreira falou sobre as peculiaridades da Libertadores. Além disso, o treinador mostrou preocupação em relação ao curto tempo de recuperação dos atletas entre os dois jogos. Vale lembrar que Felipe Jonatan e Alison tiveram traumas identificados e passaram a ser dúvidas para a partida contra a equipe equatoriana.

“A Libertadores tem uma fase com seis jogos. Não se pode errar muito, não é como o Paulista e o Brasileirão. Temos que conquistar pontos para passarmos de fase. É um jogo na Argentina, agora vamos estudar melhor o adversário, embora já tenhamos visto algumas coisas. É um time que já jogou 21 jogos, tem mais ritmo do que nós. Vamos lá para ganhar o jogo. Agora, vamos ver como nos recuperamos desse esforço, se os lesionados se recuperam”, afirmou o treinador.

Por fim, Jesualdo também respondeu sobre qual comportamento espera que seus comandados tenham na Libertadores. O técnico destacou que os jogadores do Peixe precisam entrar em campo conscientes da importância de ter um equilíbrio emocional.

“Eu não encarei a Libertadores ainda, agora vou encarar. Será seguramente um jogo diferente deste. É um mini-campeonato, temos que ter atenção para conquistarmos pontos em seis jogos. Vai ser uma partida muito dura, contra uma equipe com muita agressividade. Temos que responder no mesmo nível, temos que ser menos emocionais e mais inteligentes do que eles na forma de decidir o jogo”, finalizou.

Com o resultado deste sábado, o Santos chegou aos 12 pontos, ainda na liderança do grupo A do Paulistão. Na próxima rodada, a equipe terá pela frente o Mirassol, no sábado, às 19h30, na Vila Belmiro.

Gazeta Esportiva
Gazeta Esportiva

Fonte