ARENA PALMEIRAS

Ingryd faz o 12º gol olímpico da história do Corinthians em vitória sobre o Palmeiras; relembre

Ingryd faz o 12º gol olímpico da história do Corinthians em vitória sobre o Palmeiras; relembre
Não bastasse a classificação para a final do Campeonato Brasileiro, a vitória do Corinthians sobre o Palmeiras nesta segunda-feira, na Neo Química Arena, ficou marcada por um feito raro: o gol olímpico de Ingryd já nos acréscimos do segundo tempo.— Corinthians (@Corinthians) November 17, 2020Segundo o Almanaque do Timão, foi apenas a 12ª vez em…

Não bastasse a classificação para a final do Campeonato Brasileiro, a vitória do Corinthians sobre o Palmeiras nesta segunda-feira, na Neo Química Arena, ficou marcada por um feito raro: o gol olímpico de Ingryd já nos acréscimos do segundo tempo.

— Corinthians (@Corinthians) November 17, 2020

Segundo o Almanaque do Timão, foi apenas a 12ª vez em toda história que o Timão balançou as redes dessa forma – a primeira anotada por uma atleta do time feminino. Antes disso, o último gol olímpico feito por um corinthiano havia acontecido em 2011, com o ex-lateral Roberto Carlos – veja lista abaixo.

Há de se ressaltar, no entanto, que não foi o primeiro tento olímpico do estádio corinthiano, inaugurado em 2014. No ano passado, o atleta Leandro Carvalho, do Ceará, foi o grande responsável pelo feito, em empate com o Corinthians pelo Brasileirão.

O gol de Ingryd selou o triunfo do Timão sobre o arquirrival Palmeiras. Ainda assim, teve tempo para o time de Arthur Elias balançar as redes pela última vez e garantir a vitória por 3 a 0. Cabe lembrar que a grande decisão nacional será contra o Avaí.

De acordo com o Almanaque do Timão, esses são os 12 gols olímpicos do Corinthians em 110 anos de história

  • 1947 – Válter (primeiro gol olímpico da história do Corinthians de que se tem notícia foi marcado pelo ponta-esquerda que serviu a Força Expedicionária Brasileira na Segunda Guerra Mundial), ainda no primeiro tempo de um amistoso em que o Timão venceu o Atlético Piracicabano, em Piracicaba (SP), por 4 a 2.
  • 1984 – Arturzinho (contra o XV de Jaú no Morumbi)
  • 1989 – Neto (abrindo o placar do jogo Corinthians 4 x 2 Flamengo, no Pacaembu, pela Copa do Brasil)
  • 1994 – Marcelinho Carioca (primeiro na vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, no Morumbi, pela Copa Bandeirantes)
  • 1994 – Marcelinho Carioca (gol do empate por 1 a 1 com o Criciúma, em Santa Catarina, pelo Brasileiro)
  • 1996 – Marcelinho Carioca (primeiro gol no empate por 2 a 2 contra o Botafogo, em Ribeirão Preto, pelo Campeonato Paulista)
  • 1999 – Marcelinho Carioca (terceiro na goleada por 6 a 2 sobre o Ubiratan de Dourados (MS), no Pacaembu, pela Copa do Brasil)
  • 2001 – Renato (último gol na goleada de 4 a 2 sobre o Palmeiras, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro)
  • 2007 – Roger (abrindo o placar na vitória por 3 a 1 sobre a Ponte Preta, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista)
  • 2009 – Defederico (empatando um jogo que o Corinthians acabou perdendo para o Avaí por 3 a 1, em Florianópolis, pelo Brasileiro)
  • 2011 – Roberto Carlos (segundo gol na vitória por 2 a 0 sobre a Portuguesa, na estreia do time no Campeonato Paulista. Foi o último do clube dessa maneira)
  • 2020 – Ingryd (segundo gol na vitória por 3 a 0 sobre o Palmeiras, na semifinal do Brasileirão Feminino)

Fonte: Almanaque do Timão

Veja mais em:
Ingryd, História do Corinthians e Neo Química Arena.

Fonte