PALMEIRAS

Enquanto sonha com Daniel Alves, São Paulo não descarta outro lateral

Enquanto sonha com Daniel Alves, São Paulo não descarta outro lateral
Daniel Alves chega ao São Paulo com a missão de recolocar o clube, que não é campeão desde a Sul-Americana de 2012, na rota dos títulos. E disso ele entende muito bem: ao longo dos 19 anos de sua carreira profissional, o lateral-direito conquistou 40 troféus. É o atleta mais vencedor da história do futebol.…

Daniel Alves chega ao São Paulo com a missão de recolocar o clube, que não é campeão desde a Sul-Americana de 2012, na rota dos títulos. E disso ele entende muito bem: ao longo dos 19 anos de sua carreira profissional, o lateral-direito conquistou 40 troféus. É o atleta mais vencedor da história do futebol.

Daniel Alves e uma taça: cena rotineira na carreira do craque (Foto: AFP)

Daniel Alves e uma taça: cena rotineira na carreira do craque (Foto: AFP)

Foto: Lance!

Ele foi campeão em todos os clubes que defendeu: Bahia (um título), Sevilla (cinco títulos), Barcelona (23 títulos), Juventus (dois títulos) e PSG (cinco títulos). Na Seleção Brasileira, onde joga desde outubro de 2006, conquistou duas vezes a Copa das Confederações e duas vezes a Copa América – a última neste ano, no Brasil, como capitão.São-paulino desde criança, Daniel Alves ainda poderá atingir uma marca importante com a camisa do clube do coração, já que está próximo de chegar ao milésimo jogo da carreira. Ele já entrou em campo 974 vezes, incluindo amistosos. Se consideradas apenas as partidas oficiais, são 864.

Curiosamente, o último jogo dele por um clube brasileiro foi no estado de São Paulo: pelo Bahia, em Mogi Mirim, contra a Portuguesa, em 17 de novembro de 2002. O craque passou os últimos 17 anos jogando longe do país, onde pretendia continuar até ser seduzido pelo projeto do Tricolor, que ofereceu um contrato até dezembro de 2022 e se dispôs a ajudá-lo a chegar à Copa do Mundo do Catar.

O CURRÍCULO DE DANIEL ALVES:

Clubes: Bahia (1998-2002), Sevilla-ESP (2002-2008), Barcelona-ESP (2008-2016), Juventus-ITA (2016-2017), Paris Saint-Germain-FRA (2017-2019) e São Paulo (2019)

Títulos por clubes: Copa do Nordeste (2002), Copa da UEFA (2005/06 e 2006/07), Supercopa Europeia (2006, 2009, 2011 e 2015), Copa do Rei da Espanha (2006/07, 2008/09, 2011/12, 2014/15 e 2015/16), Supercopa da Espanha (2007, 2009, 2010, 2011 e 2013), Mundial de Clubes da FIFA (2009, 2011 e 2015), Liga dos Campeões (2008/09, 2010/11 e 2014/15), Campeonato Espanhol (2008/09, 2009/10, 2010/11, 2012/13, 2014/15 e 2015/16), Campeonato Italiano (2016/17), Copa da Itália (2016/17), Campeonato Francês (2017/18 e 2018/19, Copa da França (2017/18), Copa da Liga Francesa (2017/18) e Supercopa da França (2017)

Títulos pela Seleção Brasileira: Mundial Sub-20 (2003), Copa das Confederações (2009 e 2013) e Copa América (2007 e 2019)

Premiações: Melhor lateral-direito no Mundial Sub-20 (2003), Melhor jogador da Copa da UEFA (2005/06), Melhor jogador da Supercopa Europeia (2006), Time do Ano da UEFA (2007, 2009, 2011, 2015 e 2017), Time do Ano da FIFA (2009, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2017 e 2018), Equipe do ano da European Sports Media (2006/07, 2008/09, 2009/10 e 2010/11), Melhor lateral-direito do Campeonato Espanhol (2008/09), FIFPro World XI (2009, 2011, 2012, 2013, 2015, 2016, 2017 e 2018), Copa das Confederações – equipe do campeonato (2009 e 2013, Equipe do Campeonato Francês (2017/18), Melhor jogador da Copa América (2019) e Seleção da Copa América (2019)

Lance!

Fonte