LIBERTADORES

Corinthians celebra 21 anos do título paulista no Dérbi da embaixadinhas

Corinthians celebra 21 anos do título paulista no Dérbi da embaixadinhas
Em suas redes sociais, Timão relembrou a decisão história do Campeonato Paulista de 1999, que ficou famoso pelas embaixadinhas de Edílson provocando o Palmeiras Há exatamente 21 anos, no dia 20 de junho de 1999, Corinthians e Palmeiras faziam uma das decisões mais marcantes da história do Dérbi e quem se deu melhor naquela situação…

Em suas redes sociais, Timão relembrou a decisão história do Campeonato Paulista de 1999, que ficou famoso pelas embaixadinhas de Edílson provocando o Palmeiras



Há exatamente 21 anos, no dia 20 de junho de 1999, Corinthians e Palmeiras faziam uma das decisões mais marcantes da história do Dérbi e quem se deu melhor naquela situação foi o Timão, que conquistou o título paulista, mas a final ficou famosa também pelas embaixadinhas de Edílson, que provocaram uma briga generalizada dentro de campo e o encerramento precoce do duelo.

Os palmeirenses haviam acabado de conquistar a tão sonhada Copa Libertadores, e entraram em campo com os cabelos pintados de verde, mas no resultado agregado da decisão paulista estavam com uma enorme desvantagem, já que perderam o primeiro jogo por 3 a 0. Sendo assim, corintianos e rivais tinham motivos de sobra para fazer história naquele dia.

Marcelinho Carioca abriu o placar para o empate em 2 a 2 naquela final (Foto: Reginaldo Castro/Lancepress!)

Marcelinho Carioca abriu o placar para o empate em 2 a 2 naquela final (Foto: Reginaldo Castro/Lancepress!)

Foto: Lance!

Não é à toa que a final do Paulistão de 1999 é lembrada até os dias de hoje, não só por quem viu a partida, mas também por aqueles jovens que nem eram nascidos. Na mesma os rivais já haviam travado duelos históricos, inclusive nas quartas de final da Libertadores. Para se ter uma ideia do equilíbrio, era o sétimo embate entre os rivais naquele ano, até ali com três vitórias para cada lado. O segundo jogo da decisão, para não fugir da rotina, terminou empatado.

Por essas e outras, o Corinthians usou suas redes sociais para relembrar aquela final, com imagens em fotos e vídeos, inclusive com Edílson reproduzindo as embaixadinhas em um jogo festivo na Arena corintiana recentemente. Foi o 23º título paulista do Timão, que deixou o rival para trás, com 22. De lá para cá, o Palmeiras não mais alcançou o alvinegro em número de conquistas estaduais.

As embaixadinhas do Capetinha aconteceram quando o jogo já estava empatado em 2 a 2 e caminhava para seus minutos finais. O placar garantia o título ao Corinthians. Com a provocação, os palmeirenses reagiram, entre eles Paulo Nunes e Júnior, os mais exaltados, que tentaram agredir o corintiano. Dali em diante, a briga se tornou generalizada e o árbitro Paulo César de Oliveira encerrou a partida antes do tempo alegando falta de segurança.

Jogadores de ambos os times já relataram em entrevistas recentes que, após a final, no mesmo dia, alguns deles se encontraram em um bar de São Paulo e acabaram bebendo juntos, rindo de toda aquela situação. Vale lembrar que três anos mais tarde Edílson foi convocado por Felipão, técnico do Palmeiras em 1999, para disputar a Copa do Mundo, quando foram campeões.

Veja também:

Editor do L! analisa duelo quente nos bastidores antes da decisão da Taça Rio

Lance!

Fonte