LIBERTADORES

Alex e Danilo relembram vitória do Corinthians sobre o Vasco na Libertadores de 2012

Alex e Danilo relembram vitória do Corinthians sobre o Vasco na Libertadores de 2012
A conquista inédita do título da Copa Libertadores do Corinthians completa nove anos neste domingo. Entre tantos jogos icônicos daquela campanha invicta, a segunda partida das quartas de final diante do Vasco, no Pacaembu, é um dos que sempre será lembrado pelo torcedor.À Corinthians TV, o ex-meia Alex contou suas lembranças daquela noite. Ele foi…

A conquista inédita do título da Copa Libertadores do Corinthians completa nove anos neste domingo. Entre tantos jogos icônicos daquela campanha invicta, a segunda partida das quartas de final diante do Vasco, no Pacaembu, é um dos que sempre será lembrado pelo torcedor.

À Corinthians TV, o ex-meia Alex contou suas lembranças daquela noite. Ele foi o responsável pela cobrança do escanteio que resultou no gol de cabeça de Paulinho, aos 42 minutos do segundo tempo, que selou o resultado de 1 a 0 e a classificação alvinegra.

“O time do Vasco era experiente, bem encaixado, já tinha dado trabalho para a gente no ano anterior. Juninho Pernambucano na bola parada, era algo que sempre ficamos muito atentos. Me arrepio de falar, porque bater pênalti numa Libertadores no Corinthians, dentro do Pacaembu, emocionalmente não seria fácil. E quando deu o escanteio do gol do Paulinho, lembro que eu estava muito focado na bola”, comentou Alex ao canal oficial do clube – veja o vídeo completo abaixo.

Apesar da vitória, o confronto não passou perto de ser tranquilo para o Timão. Após um 0 a 0 no Rio de Janeiro na partida de ida, quem vencesse em São Paulo avançaria às semis. E quando o empate sem gols ainda persistia no placar, Diego Souza arrancou livre com a bola e finalizou cara a cara com Cássio, que fez milagre na defesa. Poucos minutos depois, Paulinho subiu mais alto que todo mundo e testou para o fundo da rede.

“Lembro de uma entrevista do Tite depois do jogo falando que todo mundo correu pro mesmo lado, mas só eu corri para o lado que eu estava mais perto e comemorei com os torcedores. A gente sabe quando bate na bola que ela vai bem. Quando o Paulinho fez o gol, é uma mistura de sensações. Lembranças muito vivas, porque ali sabíamos que não perderíamos a vaga“, relembrou Alex, que atualmente ocupa o cargo de auxiliar técnico de Sylvinho na equipe principal.

Outro meio-campista campeão da América em 2012 e que fez história com a camisa do Timão foi Danilo, que comanda a equipe Sub-23 do Corinthians atualmente. Ele, que marcou gols importantes na competição, também falou sobre o sentimento de se tornar um ídolo no clube.

Ser ídolo é uma responsabilidade muito grande. Nada é de graça na vida, você rala muito pra conquistar isso. Agradeço muito por todos os lugares que passei, fiz a minha parte bem feita, e agradeço a Deus por ser exemplo para tantos torcedores”, afirmou Danilo.

Confira o depoimento completo da dupla

Veja mais em:
Danilo.

Fonte